Boneca Falante Virtual Store

0

COMO ESCOLHER SEU CORRETIVO

O corretivo é o cosmético essencial na uniformização da pele, que indica um passo importante para uma boa maquiagem. Disfarça olheiras, manchas, cicatrizes e espinhas. Mas é preciso cuidado para não ressaltar o que, na verdade, você pretendia esconder. "Aplique o corretivo aos poucos para não atingir uma aparência carregada. Passe camadinhas finas, conforme a necessidade, mas sempre com cuidado para não exagerar", ensina o maquiador Bruno Di Maglio, do Salão 1838, de São Paulo.

A maioria dos maquiadores defende que ele vem antes ou depois da base. Di Maglio e Wendel Cunha, também do Salão 1838, fazem parte do grupo que começa pelo corretivo. Há, no entanto, os menos ortodoxos, como Robson Vieira, do Centro de Beleza Patrícia Alves, de Florianópolis, que usa o cosmético no final. "Para mim, assim fixa mais. Ele só não vem antes do pó", conta. Segundo o especialista, passá-lo antes é desperdício, já que inevitavelmente a sombra, a máscara para os olhos ou o pó vão borrar e ele será removido.

Mas como saber que corretivo é o mais indicado para cada tipo de pele? Não tem muito jeito, tem que experimentar. "É sempre bom testar antes nas lojas de cosméticos. Lembrando-se de colocar exatamente na área em que vai ser aplicado. É a melhor forma de não errar o seu tom de pele e saber se não é um produto que deixe muito resíduo", explica Cunha.

Em alguns casos, o maquiador recomenda ter até mais de uma tonalidade do cosmético. Di Maglio diz que o ideal é ter à mão três nuances: uma básica no tom da pele, outra levemente mais clara e a terceira um pouco mais escura. Na dúvida, opte sempre pelo tom da sua pele, puxando para o amarelado.

Confira para que servem as diferentes opções de corretivo:

Corretivo cremoso
O produto é o ideal para a área em torno dos olhos, para atenuar os microvazinhos nas laterais do nariz, linhas de expressão, regiões despigmentadas e sardas. Eles deslizam facilmente pela pele e evitam que se formem rachaduras na maquiagem. Esse problema é comum principalmente nas dobrinhas das pálpebras e rugas.

Para disfarçar as olheiras, coloque algumas gotinhas do corretivo nas pálpebras inferiores e depois espalhe dando leves batidas com os dedos. "Se você tem uma olheira avermelhada, o primeiro corretivo a ser aplicado é o bege-acinzentado, um tom mais claro que sua pele. Quando é mais escura, o ideal é que seja um bege-amarelado. Mas se é meio esverdeada, o mais recomendado é o bege-avermelhado", ensina Di Maglio. "Após essa correção de cores você deve aplicar um corretivo da cor de sua pele para uniformizar a maquiagem".

Corretivo líquido
Para atenuar sardas, cicatrizes e áreas do corpo sem pigmento (pessoas que sofrem com vitiligo e lúpus, por exemplo), pingue gotas do cosmético em uma esponja macia e depois aplique no rosto ou no corpo com suaves batidinhas.

As versões mais densas são recomendadas para manchas brancas (tom mais escuro) e marcas extensas (tom de pele), pois têm uma fixação maior. "Em cicatrizes mais fundas, usa-se uma camada mais generosa e um tom mais claro que a pele", ensina Di Maglio. Os produtos mais diluídos são ideais para sardas (tom mais claro). Nesses dois casos é importante ampliar a área de cobertura do corretivo até dois centímetros. Feito isso, deverá esfumar as bordas com a ponta dos dedos para evitar que a região fique mais evidente.

Corretivos mais secos
Geralmente em forma de bastão ou de lápis, são recomendados para peles com mais espinhas. Há opções com ação secadora, que esconde e evita formação sebácea. "Espinhas pedem uma camada sem exageros e um tom acima da pele para dar efeito de profundidade", diz Di Maglio.

Aplique o corretivo com um pincel fino, achatado e de cerdas naturais sobre a área inflamada. Em seguida, friccione levemente com uma esponja macia para retirar excessos. Esfume as bordas para deixar os limites imperceptíveis.

Corretivos coloridos
São mais poderosos e eficazes. No entanto, seu uso é mais profissional. Eles seguem o princípio de mistura de cores para obter uma outra e conseguem neutralizar a pigmentação da pele. Marcas avermelhadas, como acne, vasinhos e manchas podem ser amenizadas com a cor verde. Para disfarçar sinais arroxeados, como olheiras, cicatrizes e hematomas, use o tom amarelo. Para neutralizar manchas amareladas aplique o lilás. Em todos os casos o resultado obtido é do próprio tom de pele. Mas se a cor ficar levemente evidente finalize com uma camada de corretivo bege.

0 comentários:

Postar um comentário

Olá, deixe sua opinião sobre o assunto do post. Comentários com propagandas e divulgação de blogs será deletado. Obrigada.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Layout Desenvolvido por - Reneide Criações - Blog Chica Mimus