Boneca Falante Virtual Store

0

TUDO QUE VOCÊ SEMPRE QUIS SABER SOBRE CORRETIVO


CORRETIVOS COLORIDOS
O que muitas pessoas não sabem é que este corretivo não é cor de pele, e sim coloridos sendo que cada cor é para um tipo de problema. As cores são: amarelo, verde, lilás e vermelho.
O importante é você comprar a cor certa para o tipo de problema, veja abaixo o que cada cor significa:

- AMARELO: é o corretivo ideal para esconder as olheiras arroxeadas e hematomas.

-VERDE: pode ser bizarro ter um corretivo verde, mas ele é o mais indicado para esconder as temidas espinhas.

- LILÁS: ideal para cobrir manchas amareladas.

-VERMELHO: quem tem vitiligo e tem manchas brancas ou mais claras que a pele, deve aplicar o corretivo vermelho que contém pigmentos que cobrem a ausência de cor.

Tudo o que você sempre quis saber sobre corretivo:

Brasileira entende de cabelo que é uma beleza. É que o Brasil, um dos maiores mercados do mundo para produtos capilares, formou consumidoras experts no assunto. Mas quando o tema é maquiagem... Que drama! Elas ficam perdidas entre as regras do como escolher e do como aplicar.

Um bom exemplo é o corretivo. Ele vai antes ou depois da base? A resposta está a seguir. Carlos Carrasco, Max Weber, Evandro Angelo (do salão EV) e João Boccaletto (do Up Hair Design) são os quatro experts – além de editoriais, eles assinam makes de desfiles importantes – que esclarecem as dúvidas mais básicas sobre o uso correto do produto. Mais: indicam seus preferidos e ainda revelam segredinhos profissionais! Aproveite para aprender e aplicar os ensinamentos na prática.


Existe corretivo líquido e em creme. Por qual textura optar?
. Evandro Angelo: Os cremosos são os mais versáteis porque vão bem em todos os tipos de pele. O ideal é procurar pelos que não sejam muito úmidos.
. Max Weber: Ele não foi feito para ser usado no rosto inteiro, por isso o melhor a fazer é ter duas cores diferentes para trabalhar a profundidade e criar um look mais natural.
. João Boccaletto: Depende de cada pele, mas as melhores texturas são as cremosas. Um corretivo sólido pode ser diluído com uma base, por exemplo. Vale dizer que o corretivo não tampa rugas ou qualquer tipo de relevo – ele vai apenas colorir a pele.
. Carlos Carrasco: Sempre aconselho o cremoso, o mais sólido. Com uma pequena quantidade, o resultado aparece muito mais rápido.

Como descobrir qual é a melhor cor?
. João: Não adianta escolher um corretivo superclaro para cobrir olheiras superescuras; fica ruim. Escolha o tom mais próximo do da sua pele e, se não tiver muita olheira, pode ser até um tom abaixo do seu. Para provar, faça uma viseira com a mão na altura de sua sobrancelha e veja o efeito – a idéia é testar sob luzes difíceis, como na sombra.
. Evandro: Tem que provar no rosto mesmo. Quem tem pele clarinha deve procurar por corretivos de tons claros. As mais morenas, pelos beges com pigmento rosado, que dão ar mais natural.
. Max: Procure provar sempre sob luz natural.
. Carrasco: As pessoas tendem a aplicar na mão, mas tem que ser no rosto! O ideal é experimentar em um lugar que tenha luz fria e luz quente ou, melhor ainda, com iluminação natural.

Como se deve aplicar?
. Evandro: As iniciantes devem primeiro aplicar o corretivo, depois a base e, em seguida, o pó, que vai fixar o make. Agora, as meninas com experiência em se maquiar podem aplicar o corretivo no final.
. Max: Depois da base. Quando o corretivo é aplicado antes, a base acaba “roubando” um pouco dele durante sua aplicação. Se você tem uma pele boa e um corretivo da cor exata, pule a base e vá direto ao corretivo.
. Carrasco: Mesmo para quem está aprendendo, é sempre melhor aplicar depois da base.
. João: Sempre em pouca quantidade e com muito cuidado na hora de retocar – com o pó por cima, a pele pode ficar com uma textura grossa.

O que é aquela mancha branca nas olheiras de algumas fotos de celebridades?
. Carrasco: O "efeito panda" é causado por acúmulo de produto.
. Max: Pode ser por causa da escolha do tom errado ou porque foi usado um só tom. É preciso trabalhar com duas cores – uma mais clara, bem embaixo do olho, e outra levemente mais escura, descendo pelo rosto.
. Evandro: Nessas fotos, o problema é o momento e o ângulo do clique, e não o make da mulher. Como é uma noite especial, elas dão atenção maior ao iluminador, por isso pode dar a impressão de corretivo exagerado.
. João: É o iluminador o culpado. E é proposital, para pessoas que vão circular e ser fotografadas em luzes diferentes. Daí, acontece esse efeito de máscara branca: de repente, um flash "estoura" (fica mais claro do que o real).

Qual é o seu corretivo preferido?
. Evandro: Os da Kryolan.
. Max: Secret Camouflage, da Laura Mercier, que já vem com dois tons. E os da Kryolan.
. João: Meu preferido é o Touche Eclat, da Yves Saint Laurent. Gosto da textura e do formato, em caneta.
. Carrasco: Gosto muito dos da Kryolan, mas ultimamente tenho usado o de Duda Molinos, que é ótimo.

Que segredinho relativo aos corretivos você nos confidenciaria?
. Carrasco: O meu grande segredo é que eu nunca aplico nada com os dedos, só com o pincel.
. Max: Passar hidratante antes ajuda a aplicar o corretivo, já que estes são secos. Quanto menos ressecada a pele estiver, menos imperfeições vão aparecer. Sempre aplique pó para finalizar.
. João: O corretivo não é só para as olheiras. Ele define todo um formato do rosto, dando volume, quando se aplica em V (embaixo dos olhos, nas lateirais e embaixo do nariz e um pouquinho no queixo também). É bom finalizar com um pó translúcido – bem pouquinho, e mais para o tom bege do que para o rosado, sempre.
. Evandro: Aplique dando batidinhas. Quando você esfrega o corretivo, está retirando o produto. Já as batidinhas o depositam na pele.

0 comentários:

Postar um comentário

Olá, deixe sua opinião sobre o assunto do post. Comentários com propagandas e divulgação de blogs será deletado. Obrigada.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Layout Desenvolvido por - Reneide Criações - Blog Chica Mimus