Boneca Falante Virtual Store

2

BRECHÓS: UMA BOA PEDIDA PARA ANDAR NA MODA SEM GASTAR MUITO

Roupas de época, figurinos de novela, acessórios e bijuterias de outras décadas. Falta cabide para tanta peça. Com opções que cabem no orçamento e agradam a todos os gostos, os brechós oferecem estilo e praticidade.

Mas, mesmo com tantas vantagens, é importante prestar atenção em alguns detalhes para não correr o risco do visual superexclusivo e baratinho não se transformar em frustração depois da primeira lavada. "Observar a costura, o tamanho e a cor são medidas básicas para não se arrepender depois", explica a consultora de moda Daniela Fantini. "As pessoas compram, mas esquecem que depois não dá pra trocar", explica.

Para administrar seu estoque de mais de 30 mil peças, o brechó Camarim, no bairro do Campo Belo, em São Paulo, faz o reparo e higienização das peças antes de elas serem colocadas à venda. "Compramos roupas usadas que são encaminhadas à lavanderia e passam por uma seleção antes de serem disponibilizadas para o público, além de roupas novas provenientes de lojas que serão fechadas", explica Maria Ilda, dona do brechó Camarim, na Vila Mariana, em São Paulo. Tanto cuidado tem uma explicação mais do que razoável para o sucesso do comércio: "o público que frequenta brechós é diversificado e exigente. Se gostam, fazem a propaganda. Como brechó vicia, eles voltam sempre", diz ela.

Ops! A roupa rasgou

A consultora de moda, Daniela Fantini explica que a melhor maneira de perceber se a costura da roupa é boa ou não, é olhar se ela está justa e firme em toda a sua extensão. "Se você perceber que a costura está meio frouxa ou que tem muito fiapo, desconfie", explica.

Cadê a tinta?

Quando o assunto é a coloração da roupa, o jeito é prestar atenção no tom da peça e na etiqueta interna. "Peças escuras desbotam por natureza, por isso, é melhor tomar cuidado na hora de lavar. Uma técnica que funciona é lavar a peça e depois deixá-la de molho em água fria misturada com sal por alguns minutos. Outra dica é olhar a etiqueta. Quando ela está manchada, pode ser sinal de que a roupa desbota fácil", recomenda Daniela. Também é importante observar a composição da peça, fator que atesta a qualidade da roupa. "Muitas vezes, a etiqueta manchada é consequência de uma lavagem incorreta da roupa", explica.

Visual ultrapassado

Uma das principais vantagens de comprar no brechó é a exclusividade dos artigos. "Dificilmente alguém vai ter outra igual a sua", diz Maria Ilda. Entretanto, o visual retrô e despojado pode ficar caricato, e o look que tinha tudo para arrasar, pode te deixar com cara de peça de museu e de quem está pronta para ir a uma festa à fantasia. "O ideal é combinar peças de brechó, mais estilosas e transadas, com peças de coleções atuais, mais próximas do seu dia a dia, assim, você cria composições cheias de personalidade sem parecer a encarnação de uma personagem histórica", explica Daniela Fantini.

Se você é um fanático por brechó, lá vão as dicas das especialistas:

- Compre com paciência e preste atenção nos detalhes, como costura, etiqueta e o estado do tecido

- Evite montar um look inteiro com peças de brechó

-Olhe se a peça tem defeitos

- Prove a peça antes de comprar, pois, em geral, nos brechós as peças são únicas exclusivas e, dificilmente, dá pra trocar depois

- Lave as roupas antes de usar a primeira vez para tirar o pó e o cheiro de guardado. Para não correr o risco de estragá-las, mande para uma lavanderia

2 comentários:

Cynthia Holanda

Aqui em Fortaleza o brechó Reinvenção é bem legal.

Anônimo

otimas suas dicas ;D

Postar um comentário

Olá, deixe sua opinião sobre o assunto do post. Comentários com propagandas e divulgação de blogs será deletado. Obrigada.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Layout Desenvolvido por - Reneide Criações - Blog Chica Mimus